Foto: Google Street View
Foto: Google Street View

Morte de quatro irmãos no PR pode envolver emboscada e disputa de terras

Corpos das vítimas de 12, 25, 27 e 33 anos foram encontrados em área rural por funcionários que faziam manutenção elétrica na região

Julio Cesar Lima, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2018 | 15h26
Atualizado 25 Julho 2018 | 15h47

CURITIBA - A morte de quatro irmãos na tarde desta segunda-feira, 23, entre Faxinal dos Ferreiras e Poço Grande, na área rural de Pinhão (município a 311 quilômetros de Curitiba), pode ter sido causada por uma disputa de terra na região ou uma emboscada de moradores da região que suspeitavam de assaltos na localidade. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava.

"A área é marcada por conflitos de terra e existe uma outra linha de investigação que diz que um veículo com características semelhantes estaria pela região cometendo furtos. Este veículo estaria com a placa encoberta por uma sacola plástica, mas ainda é prematuro", disse o delegado de Pinhão, Rubens Miranda.

As vítimas foram encontradas por funcionários da Copel, que faziam manutenções elétricas na região, em um carro abandonado na estrada. Os irmãos tinham 12 anos (Paulo Fernando Zanath), 27 (Ademir Zanath) e outros de 25 e 33 anos.

No carro, a polícia encontrou facões e um estojo de arma vazio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.