Morto em SP o líder sindical dos rodoviários de Osasco

O presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários de Osasco, na Grande São Paulo, Esmeraldo Nunes da Silva, de 58 anos, foi assassinado ontem à noite, em São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Esmeraldo foi abordado quando chegava à sua casa, no Butantã, zona oeste da capital. Levado pelos assassinos, o sindicalista foi espancado, e baleado. O corpo estava a 1,5 quilômetro da casa onde vivia com a mulher e um casal de filhos. A identificação aconteceu hoje pela manhã. O carro de Esmeraldo, um Golf, foi localizado no município de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. A Polícia Civil acredita em vingança, pois nenhum documento que estava no veículo do sindicalista foi roubado. O velório começa às 16 horas deste sábado, na sede do sindicato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.