Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Mortos em Angra podem passar de 30

Segundo a Defesa Civil informou no final da manhã, havia subido para 24 o número de mortos em Angra dos Reis, no Sul do Estado do Rio, em decorrência dos deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas que castigam a cidade desde a noite de ontem. Haveria ainda seis mortes não confirmadas. Dezessete corpos já haviam sido retirados e cinco pessoas estão desaparecidas. A Prefeitura, no entanto, dava outros números: até então já estava confirmada a morte de 30 pessoas e 50 estavam desaparecidas.Os bairros de Perequê e Areal foram os mais atingidos e concentram o maior número de vítimas. Trezentas pessoas estão desabrigadas e estão sendo levadas para escolas do município. O trabalho de desobstrução da rodovia Rio-Santos continua, mas a cidade ainda está isolada. A estrada está fechada nos dois sentidos desde as 2h30 por causa de deslizamentos de terra. O prefeito Fernando Jordão decretou estado de calamidade pública em Angra dos Reis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.