Motim deixa dois mortos em Manaus

A rebelião que envolveu 450 detentos e durou 14 horas no Instituto Penal Antônio Trindade, de Manaus, acabou às 7h30 de ontem, com dois presos mortos. Um foi estrangulado e o outro, degolado. Houve nove feridos leves. Os presos querem novos horários das visitas, visitas íntimas e a agilização de julgamentos.

O Estadao de S.Paulo

26 Setembro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.