Motim em cadeia de Santos deixa um morto

Presos da cadeia do 5.º DistritoPolicial de Santos iniciaram hoje pela manhã um motim porcausa da superlotação na prisão. Eles queimaram colchões,cobertores, destruíram cadeados das celas e mataram a facadas umdos detentos. Segundo a Polícia Militar, houve tentativafrustrada de fuga pelo telhado. O delegado titular do 5.º DP ediretor da cadeia, Francisco Garrido Fernandes, afirmou que 20presos foram transferidos para o Centro de Detenção Provisóriade São Vicente. Durante briga entre os detentos, Pedro LuísSchiavetti, acusado de homicídio, foi morto. Construída paraabrigar 24 presos, a cadeia de Santos estava superlotada, com 170 detentos.

Agencia Estado,

20 de junho de 2004 | 22h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.