Motoboys protestam contra novas normas e travam trânsito no Rio

Motoqueiros interditaram avenidas no centro da cidade; categoria terá de fazer curso para trabalhar

Felipe Tau - O Estado de S. Paulo,

03 Agosto 2012 | 08h33

Atualizada às 11h40

SÃO PAULO - Uma manifestação de motoboys causou congestionamento no Rio de Janeiro nesta sexta-feira, 3. Os motoqueiros partiram em comboio da Praça da Bandeira, na zona norte, às 8h, e rodaram em comboio interditando vias importantes do centro da cidade, como a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Rio Branco. De acordo com a CET Rio, os manifestantes começaram a se dispersar por volta das 9h15 e, às 11h40, não havia mais interferências no trânsito.

Na quinta-feira,2, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou pela terceira vez a adoção de normas mais rígidas para motoboys no País. Previstas para entrar em vigor neste sábado, 4, as regras foram prorrogadas para fevereiro, depois de protestos bloquearem vias importantes da cidade de São Paulo.
As resoluções do Contran foram publicadas originalmente em 2010. O motivo de novo adiamento foi a falta de vagas para o curso obrigatório de 30 horas que os motoqueiros terão de fazer para trabalhar com motofrete. Sem o curso, os profissionais não podem receber licença profissional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.