Motorista de caminhão morre em acidente em hidrelétrica

O caminhoneiro Jorge Belmiro, de 49 anos, morreu hoje por volta de 1h30 da madrugada, quando caiu com seu caminhão de uma altura de 30 metros, da crista para o pátio de operações da Usina Hidrelétrica Álvaro de Souza Lima, no Rio Tietê. Além de gerar eletricidade, a barragem também é utilizada como ponte entre os municípios de Bariri e Boracéia. Por pouco não caiu sobre o canal da eclusa da hidrovia, por onde passam as barcaças cargueiras, distante apenas alguns metros do ponto do impacto.O caminhão, com carroceria baú, transportava tambores com óleo diesel. A causa do acidente ainda é desconhecida. Os policiais acreditam que Belmiro tenha passado mal ou dormido ao volante, já que o local tem sinalização e um radar que só permite trafegar com velocidade até 40 km/h. Antes de cair, o veículo quebrou uma defensa metálica que existe ao longo de toda a pista, justamente para evitar que acidentes de trânsito possam interferir no funcionamento da usina.Esse é o segundo acidente registrado na mesma hidrelétrica em menos de um ano. Em julho do ano passado, o motorista Vitor Hugo Viccari envolveu-se num acidente com uma caminhonete Saveiro, que ultrapassava outro veículo, perdeu o controle do caminhão e caiu com ele dentro da represa. Seu corpo só foi retirado da água horas depois e o caminhão imobilizou-se a 12 metros de profundidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.