Motorista de guincho é atropelado na Anhangüera

O motorista de um caminhão-guincho, Josué Marcelino, de 37 anos, foi atropelado e arrastado por uma caminhonete Fiat Fiorino. O motorista atropelante não parou para socorrer a vítima. O acidente ocorreu quando Josué socorria um casal, que estava num Kadet no acostamento à altura do Km 21 da Rodovia Anhangüera, na tarde de sábado. A vítima foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros e morreu ao dar entrada no Hospital regional de Osasco.Um policial rodoviário estadual, que estava próximo do local, o perseguiu o atropelante por cerca de cinco quilômetros e, ao conseguir obrigá-lo a parar, percebeu que o motorista, Moacir Francisco da Silva, de 53 anos, estava embriagado. Um pouco depois das 15 horas, dois policiais rodoviários estavam no gramado próximo conversando com o casal ocupante do Kadet , cujo motorista foi autuado, por cometer irregularidades. Esse veículo seria guinchado por Josué que prestava serviços à Autoban. Os dois policiais e o casal testemunharam o acidente. Quatorze metros antes do local do atropelamento, há marca de frenagem do Fiorino, na pista sul da Anhangüera. O carro, em alta velocidade, entrou no acostamento, derrubou os cones de sinalização e atingiu o motorista do guincho quando ele abria a porta esquerda de seu caminhão, para iniciar a remoção do Kadet. O choque foi tão forte que o arrastou por mais de 25 metros. O guincho tem placa de Jundiaí e a Fiorino, de Osasco. O local do acidente pertence a Perus. O motorista atropelante não foi levado pelos policiais rodoviários à delegacia desse bairro. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia da Vila Leopoldina, na zona oeste da capital. Como o posto do Instituto Médico Legal (IML) fica ao lado da delegacia, ele foi imediatamente submetido a exame de dosagem alcoólica e se constatou que se encontrava bastante alcoolizado. Moacir Francisco foi autuado em flagrante por homicídio culposo, fuga, omissão de socorro e por embriagues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.