Motorista de ônibus morre em assalto em SP

O motorista Maurício José de Oliveira, de 28 anos, funcionário da cooperativa de ônibus Coper Fênix, foi morto, com dois tiros na cabeça, durante assalto ao coletivo que dirigia, por volta das 22h30 de ontem. Trajando bonés e bermudas, dois jovens, um deles armado com um revólver calibre 38, entraram no ônibus, que fazia a linha 179-X (Jardim Fontális - Metrô Santana), e anunciaram o assalto, na Rua Giovanni Coutinho, próximo ao ponto final, já no Jardim Fontális, zona Norte da capital.Casado há dois meses, pai de um garoto do primeiro casamento, Maurício fazia a última viagem do dia. O rapaz armado sentou-se em um banco atrás do motorista, do qual exigiu todo o dinheiro arrecadado na viagem. Oliveira disse ao assaltante que ele não tinha valor algum; pois tudo estava na catraca.Nesse momento, o cobrador Antonio Ricardo Jerônimo, de 31 anos, já entregava R$ 70,00, em dinheiro, passes e vales-transporte ao outro bandido, que havia pulado a catraca. Irritado com a resposta de Maurício, o assaltante atirou, atingindo a cabeça do motorista.Vendo que o colega já deixava o ônibus pela porta de trás, o atirador resolveu descer do coletivo, mas antes disparou novamente contra a cabeça da vítima. O funcionário da Coper Fênix morreu antes de ser socorrido no Pronto-Socorro do Jaçanã.Policiais militares da 4ª Companhia do 5º Batalhão ainda realizaram buscas no bairro, mas os criminosos não foram encontrados. O latrocínio foi registrado no 73º Distrito Policial, do Jaçanã, pela delegada Ana Lúcia Lopes.Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans) os cooperados da Coper Fênix trabalham normalmente nesta manhã de quarta-feira. Caso resolvam fazer protesto com paralisação, a SPTrans acionará o sistema Paese para tentar minimizar os efeitos à população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.