Motorista de ônibus provoca acidente na Marginal do Tietê

Alcoolizado, um motorista de ônibus da Viação Mota, que ia para Goiânia, capital do Estado de Goiás, perdeu o controle do veículo que colidiu com três outros veículos na Marginal do Tietê. Levado ao 7º Distrito Policial, da Lapa, foi submetido a exame de dosagem alcoólica e teve de assinar um termo circunstanciado, que o responsabiliza pelo acidente.O ônibus vinha do Rio de Janeiro com destino a Goiânia, com escala em São Paulo. Chegando à capital paulista, houve troca de motoristas e os passageiros perceberam que a pessoa que ia assumir a direção aparentava estar embriagada. Houve protestos, mas o homem insistiu que estava em condições de dirigir. Houve um pequeno tumulto, mas os passageiros não conseguiram convencer o motorista de que não poderia por em risco a vida deles. Ele alega que os passageiros foram culpados pelo acidente, pois distraíram sua atenção, enquanto dirigia pela Marginal. Os passageiros, por sua vez , afirmam que mesmo antes de saírem da Estação Rodoviária do Tietê já haviam percebido seu estado de embriagues e tentaram impedi-lo de dar partida, apesar de ele argumentar que nada o impediria de realizar seu trabalho. Liberado na delegacia, depois de assinar o termo circunstanciado, o motorista foi encaminhado a um represente da empresa que teve de providenciar outro motorista para dar continuidade à viagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.