Motorista é assassinado ao tentar proteger patroa

Tentando proteger de um assaltante aempresária Tereza Oliveira Freitas Figueiredo, de 47 anos, paraquem trabalhava como motorista particular, Dorival AnjosBertolle, de 61, foi atingido por dois disparos e morreu. O criminosofugiu levando a bolsa da empresária, que também foi baleada edeverá submeter-se a uma cirurgia.O crime aconteceu pouco antes de 21h00, quando o automóvelCitröen CSN-1154, de propriedade da empresária, parou em frenteà residência, na Rua Paraíba, 137, no Pari, zona leste da cidadede São Paulo. Apontando o revólver para Tereza, que seencontrava no banco traseiro, o criminoso exigiu que ela lheentregasse a bolsa. Como ela demorasse a atendê-lo, o ladrão atirou e feriu Tereza na mão esquerda.O motorista, queestava ao volante, reagiu, agarrando o cano da arma e entrou emluta com o marginal. Assim, desviou o revólver da direção depatroa. Dois novos disparos foram feitos e Dorival foi atingido mortalmente. O latrocínio foi registrado no 12º DP - Pari.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.