Motorista encontra lentidão nas estradas no retorno à capital

O motorista que retornava à capital paulista neste domingo, 8, na volta do feriado prolongado de Páscoa, enfrentava lentidão no começo da tarde. Em virtude do excesso de veículos e da chuva que caiu em algumas regiões do Estado, o tráfego não era tão tranqüilo como o observado no período da manhã. Na chegada à capital, no sentido Marginal do Pinheiros da Avenida dos Bandeirantes, foram registrados quatro quilômetros de lentidão às 15h15, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), devido ao excesso de veículos. No Sistema Anchieta-Imigrantes, a concessionária Ecovias informou que a movimentação era lenta para subida no trecho do planalto, tanto da Rodovia Anchieta como da Imigrantes, por conta da quantidade maior de veículos. No local, o tempo era chuvoso e a visibilidade parcial. No final da manhã, a concessionária implantou a Operação Subida (com duas pistas para a descida e oito na subida da serra em direção à capital), que se estenderá até as 2 horas da segunda-feira, 9. Por meio desta operação, os motoristas que saem da Baixada Santista terão as pistas Norte e Sul da Imigrantes e a pista Norte da Anchieta operando com destino à capital. Até as 14 horas, 185 mil, dos 271 mil veículos que desceram a serra neste feriado, já haviam regressado para São Paulo, sendo 7.500 deles na última hora. Na Rio-Santos (SP-55), havia morosidade entre os km 300 e 280, na Praia Grande, no sentido capital. O motorista que voltava do litoral paulista também se deparava com lentidão na Tamoios, a partir do km 18 até a chegada a Carvalho Pinto, em São José dos Campos. A Mogi-Bertioga apresentava tráfego pesado somente no acesso ao trecho de serra. Ayrton Senna Nas estradas sob jurisdição da Dersa, o movimento era normal. De acordo com o mais recente boletim da companhia, não havia registro de acidentes, mas o motorista precisava dirigir com cautela, já que havia chuva nas rodovias Ayrton Senna (São Paulo-Guararema), Dom Pedro I (Jacareí-Campinas) e José Roberto Magalhães Teixeira (Campinas-Valinhos). Na Carvalho Pinto (Guararema-Taubaté), o tempo estava nublado. A última contagem, às 14 horas, revelou que dos 90 mil veículos previstos para este domingo, apenas 19.963 haviam usado as estradas. Dutra, Anhangüera e Castello Quanto à rodovia Presidente Dutra, que liga o Rio de Janeiro a São Paulo, a concessionária Nova Dutra informou que o tráfego era normal, tanto no trecho do Estado de São Paulo quanto no do Rio de Janeiro, em ambos os sentidos, com chuvas esparsas nas proximidades da capital paulista. A situação era idêntica para o motorista que utilizava os dois sentidos das Rodovias Anhangüera e Bandeirantes, que ligam São Paulo às cidades da região de Campinas, no interior do Estado. De acordo com o boletim da concessionária AutoBAN, a visibilidade era boa, com o tempo nublado e chuvas esparsas em ambas as rodovias. Nas Rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, que ligam a capital ao oeste do Estado, o tráfego também era normal nos dois sentidos na maioria dos trechos destas estradas. Conforme boletim da ViaOeste, a exceção era o trecho Itú-Itapevi, da Castello Branco, no sentido São Paulo. No local, havia lentidão entre o km 62 e o km 51, por causa do excesso de veículos, com visibilidade parcial e tempo chuvoso. Texto ampliado às 15h35 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

08 Abril 2007 | 15h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.