Motorista envolvido no atropelamento do filho de Cissa se apresenta à polícia

Veículos furaram o bloqueio aos veículos no Túnel Zuzu Angel, que liga São Conrado à Gávea, para disputar um racha e atingiram o estudante, que morreu às 8h desta quarta

Pedro Dantas - O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2010 | 20h04

RIO - O motorista de um dos carros envolvidos no atropelamento que matou o estudante Rafael Mascarenhas, de 18 anos, filho da atriz Cissa Guimarães e do saxofonista Raul Mascarenhas, se apresentou na delegacia no início da noite desta quarta-feira, 20. Ele prestou depoimento, mas o teor das declarações não foi revelado.

 

Nesta tarde, seis equipes da 15ª DP identificaram os carros que se envolveram no acidente, um Siena Preto e um Honda Civic. O motorista do Siena, que teria atropelado o rapaz, foi identificado, mas não se apresentou à polícia.

 

O acidente aconteceu quando os dois veículos furaram o bloqueio aos veículos no Túnel Zuzu Angel, que liga São Conrado à Gávea, para disputar um racha. Rafael Mascarenhas andava de skate com dois amigos e foi atingido por volta da 1h50 desta quarta. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele deu entrada em estado crítico no Hospital Miguel Couto com politraumatismo na cabeça, no tórax, nos braços e nas pernas. Ele foi operado, mas morreu por volta das 8 horas. Muito abalada, a atriz deixou o hospital sem dar declarações. Em seu twitter, ela publicou a mensagem "Em luto", junto com uma foto ao lado do filho.

 

Os investigadores acreditam que os motoristas entraram no túnel em direção a São Conrado e retornaram por uma abertura de escape para realizar o pega na via interditada, no sentido Gávea, onde o rapaz foi atropelado pelo Siena. Os registros do Corpo de Bombeiros apontam que o jovem foi socorrido dentro da galeria do Túnel Zuzu Angel.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET-Rio), o fechamento do túnel é feito, semanalmente, em dias alternados, em cada um dos sentidos, para os serviços de manutenção, de 01 h às 05 h. As câmeras dentro do túnel estariam desligadas A Companhia disponibilizou para a polícia as imagens das câmeras de monitoramento do trânsito instaladas na Praça Sibélius e dos radares de velocidade. A CET-Rio acrescentou que "não há registro de acidentes semelhantes ocorridos nos túneis da cidade nos últimos anos". Skatistas ouvidos pelo Estado contaram que é comum a prática do esporte em túneis interditados na zona sul da cidade. Eles aproveitam a ausência do tráfego de veículos e andam em skates, do tipo "longboard", para praticar a modalidade conhecida como "downhill" nas ladeiras de acesso.

 

Repercussão

 

Diversos artistas expressaram o luto em seus blogs e micro blogs na Internet, Irmã de Rafael por parte de pai, a cantora Mariana Belém ,filha de Raul Mascarenhas lamentou "dor tamanha, que não tem fim. Porque ele, meu Deus? Porque o meu anjo?". A cantora Gal Costa também demonstrou solidariedade por meio do micro blog. Pela manhã, a artista escreveu "estou tão estarrecida e triste com essa notícia da morte do filho caçula da Cissa Guimarães que sinto vontade de chorar". O corpo de Rafael será cremado hoje no Cemitério Memorial do Carmo, no Caju (zona portuária).

Tudo o que sabemos sobre:
Cissa Guimarãesacidenteatropelamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.