Motorista fica 8 horas dominado por ladrões de carga

O motorista Isandir Mortari Filho, de 34 anos, ficou em poder de bandidos das 14h30 às 22h30 desta terça-feira, após ser dominado em plena Avenida dos Bandeirantes, próximo aoAeroporto de Congonhas, no Jardim Aeroporto, zona Sul da capital paulista. No caminhão-tanque da empresa para qual trabalha, Isandir transportava 25 mil litros de propileno de glicol, cargaavalidada em R$ 85 mil.O caminhoneiro vinha de Santos seguia para a cidade de Araçariguama, interior de SP. Três homens o abordaram e um farol; dois deles fugiramem uma moto e o terceiro, após entrar na cabine, circulou por vários bairros da zona Leste da capital, até chegar no Parque Novo Mundo, na zona Norte, divisa com Guarulhos, onde, com aajuda de comparsas, encapuzou a vítima e colocou-a em uma Kombi.A carreta foi levada por outros bandidos e o refém, até a Avenida Goiás, a principal da cidade de São Caetano do Sul, no Grande ABC. Liberado, o motorista acionou a polícia, que já haviasido informada sobre o roubo pela empresa dona do produto químico, pois o caminhão vinha sendo monitorado via satélite e, segundo as normas da empresa, Isandir é obrigado a entrar em contato com a firma em certos intervalos de tempo enquantodirige, o que não ocorria havia mais de 8 horas.Policiais militares do 15º Batalhão receberam a denúncia de que na Rua Brejo Grande, no Parque São Miguel, em Guarulhos, num galpão abandonado, alguns homens faziam o transbordo de umacarga líquida de um caminhão para tambores. No local, policiais militares encontraram o caminhão-tanque e a carga, que já havia enchido 44 tambores.Foram detidos José Marcos Luiz, 38, e Divanildo Muniz Pereira, de 55 anos. Como Isandir não os reconheceu como sendo os autores do roubo, os dois homens presos foram indiciadosapenas por receptação de carga roubada no 4º Distrito Policial de Guarulhos. Os responsáveos pelo roubo continuam foragidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.