Motorista mergulha com caminhão no Tietê; corpo só aparece 14 horas depois

Após quase 14 horas de buscas, as equipes do Corpo de Bombeiros resgataram ontem o corpo do motorista Paulo Adriano Cabral, de 30 anos, do Rio Tietê, entre as Pontes do Tatuapé e da Vila Maria. Cabral dirigia um caminhão que despencou da Ponte Presidente Dutra, que liga a Rodovia Presidente Dutra à Marginal do Tietê,na zona norte, na madrugada de ontem. O acidente aconteceu por volta das 2 horas. Cabral saiu de Curitiba (PR) e ia para Barra do Piraí (RJ) com uma carga de barras de alumínio. Ainda não se sabe o que causou o acidente, mas, segundo testemunhas, o motorista teria batido quando passava pela ponte e caído com o veículo de uma altura de aproximadamente 25 metros, no Tietê. O segurança Danilo Almeida, de 24 anos, contou ter presenciado tudo. "Ele tombou, veio se arrastando na mureta e caiu no rio. Corri para ver se conseguia achá-lo, mas só encontrei o caminhão e a jaqueta pendurada na lataria", disse. De acordo com os homens do Corpo de Bombeiros, não havia vestígios de sangue na cabine, que estava sem o vidro da frente. Três equipes fizeram buscas na região durante a madrugada para tentar resgatar o caminhoneiro. Mas o corpo dele só foi encontrado por volta das 15h30. ÔNIBUS EM BURACO No fim da noite de anteontem, um ônibus caiu em um buraco em Francisco Morato, na Grande São Paulo. Dentro do buraco, o veículo ficou preso por um poste de madeira e havia risco de desabar sobre uma residência no bairro de Batista Genari. O motorista do ônibus, que se identificou apenas como Brandão, disse que perdeu o controle ao ser fechado por uma Saveiro durante uma curva. Ninguém ficou ferido. Os moradores da casa sob risco foram retirados do local logo depois do acidente e voltaram depois que o ônibus foi retirado, na tarde de ontem. Segundo o Corpo de Bombeiros, o buraco se formou por causa das fortes chuvas que caíram na região nos últimos dias. ANHANGÜERA Duas jovens de 19 anos e ao menos 20 pessoas ficaram feridas em um acidente entre um microônibus e um caminhão no km 106,5 da Rodovia Anhangüera, em Sumaré, a 120 quilômetros da capital paulista, na noite de anteontem. Segundo a polícia, foram realizados exames de dosagem alcoólica nos motoristas dos dois veículos. Na mesma rodovia, na terça-feira, um ônibus e um microônibus se chocaram, deixando uma pessoa morta e ao menos 25 feridas. ANDRESSA ZANANDREA, MARCELA SPINOSA, TATIANA FÁVARO e ELISA ESTRONIOLI

O Estadao de S.Paulo

27 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.