Motorista morre ao empurrar carro quebrado na Marginal

Mais uma vez a pane de um veículo em via detráfego intenso resulta em morte. O marceneiro Gabriel José Karan, cujo carro Voyage prata quebrou na Marginal do Rio Pinheiros, próximo à ponte Cidade Jardim, no sentido RodoviaCastelo Branco, ajudava o guincheiro Iedo Meireles da Silva a tirar o veículo da pista quando ambos foram atropelados por um caminhão-tanque. Gabriel morreu e Iedo está internado no PS do Jabaquara.Transportando 34 mil litros de ácido acético, o caminhão de Santa Catarina, dirigido por Waldomiro Fernandes Ribeiro, trafegava no mesmo sentido por aquela via cuja velocidade máximaé de 90 km/h. O motorista disse a policiais do 15º DP - Itaim Bibi que, por causa do peso do veículo, não conseguiu brecar quando percebeu que ia bater no Voyage.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.