Motoristas ameaçam parar no acostamento

Caminhoneiros e representantes do setor de transporte de cargas afirmam que a ampliação do rodízio para o anel viário, especialmente nas Marginais, pode ter efeito negativo nas vias que dão acesso à cidade. Segundo o presidente da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística, Flávio Benatti, a fila de caminhões parados no acostamento à espera do fim do rodízio vai gerar transtorno. As concessionárias de rodovias paulistas, como AutoBan, previam problemas assim e já instalaram placas de "proibido estacionar" no acostamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.