Motoristas de ônibus do Recife fazem greve de advertência

Os motoristas e cobradores de ônibus da região metropolitana do Recife iniciaram nesta quinta-feira à tarde uma greve de advertência, que terminaria à meia-noite. Motoristas, cobradores e fiscais querem 18% de reajuste salarial, e os patrões não fizeram proposta. Caso não haja acordo com a classe patronal, a categoria deve entrar em greve por tempo indeterminado.Os motoristas têm salário de R$ 695,00, os cobradores de R$ 335,00 e os fiscais de R$ 440,00. Mesmo parcial, a greve provocou congestionamento e transtornos à população. O presidente do Sindicato dos Motoristas de PE, Patrício Magalhães, disse que o objetivo nesta quinta-feira era parar 20% da frota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.