Motoristas e cobradores de Curitiba pedem aumento

Ainda não foi oficializado, mas a greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba foi encerrada esta manhã, 24 horas após o início da paralisação. Os trabalhadores foram trabalhar normalmente nesta quarta-feira, apesar de o Ministério do Trabalho ter estabelecido que, no mínimo, 40% da frota deveria circular.No início da manhã desta quarta-feira, 11 mil trabalhadores resolveram retomar as atividades e colocaram 100% da frota de coletivos nas ruas, encerrando a paralisação, de acordo com o Jornal Gazeta do Povo, do Paraná.Por determinação da procuradoria do Ministério do Trabalho, até a madrugada desta quarta-feira, 8, 60% da frota estava operando. No entanto, de acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores, os demais funcionários aparecerem esta manhã e resolveram trabalhar. O sindicato da categoria deve se reunir com o patronato para pleitear aumento salarial de 11% reivindicado pelos trabalhadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.