Motoristas e cobradores de Guarulhos continuam parados

Os motoristas e cobradores de ônibus de Guarulhos, na Grande São Paulo, continuam a paralisação iniciada à meia-noite de ontem, prejudicando mais de 500 mil usuários de ônibus.Segundo o presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários de Guarulhos e Região, Antonildo Gonçalves, os trabalhadores querem a equiparação salarial com os motoristas e cobradores da capital, além de 5% de aumento real.Uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho está prevista para esta tarde. Em seguida, a categoria realiza assembléia para avaliar a proposta oferecida e decide se continuará com a greve.Os trabalhos foram interrompidos na segunda-feira após o sindicato das empresas de ônibus ter oferecido aumento de 5% neste mês e continuação das negociações salariais. Em assembléia, a categoria rejeitou a proposta.Alguns coletivos da Viação Vila Galvão circularam na manhã de hoje, mas retornaram às garagens. As empresas em greve são as viações Vila Galvão, Guarulhos, Canarinho, Transvale, Transdutra e Transguarulhense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.