Motoristas e cobradores de ônibus fazem greve de 24 horas em PE

Trabalhadores da categoria reivindicam aumento salarial de 30,29%

Solange Spigliatti, Estadão.com.br

27 Junho 2012 | 11h32

SÃO PAULO - Motoristas e cobradores de ônibus de Recife e região metropolitana, em Pernambuco, cruzaram os braços à meia-noite desta quarta-feira, 27, em uma paralisação de advertência que deve durar 24 horas. Os trabalhadores reivindicam aumento salarial.

Segundo balanço Grande Recife Consórcio de Transporte, consórcio que fiscaliza o sistema do transporte coletivo na região, 80% da frota já estava circulando normalmente na cidade às 11h.

As negociações, que estão sendo realizadas desde o último dia 12, foram interrompidas na tarde desta terça-feira, 26. O diálogo entre os representantes dos sindicatos dos trabalhadores e patrões deve ser retomado às 14h desta quinta-feira, 28, na Superintendência do Ministério do Trabalho.

Os trabalhadores da categoria reivindicam aumento de 30,29% nos salários e R$140 de ticket refeição. Os patrões ofereceram 4,5%, segundo o Grande Recife. Cerca de dois milhões de passageiros utilizam o transporte coletivo na região metropolitana, que possui 390 linhas, com três mil ônibus cadastrados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.