Motoristas e cobradores de ônibus param amanhã em SP

O Sindicato dos Motoristas de São Paulo confirmou hoje que a categoria paralisará suas atividades a partir das 3 horas da madrugada de amanhã até às 7 horas da manhã. Mesmo após cinco reuniões com os proprietários de empresas e a Secretaria Municipal de Transportes ainda não houve acordo.Eles ameaçam estender a greve por tempo indeterminado, caso o impasse prossiga até 21 de maio. Os motoristas querem 9,26% de reajuste salarial e mais 5% de aumento real, além de convênio médico gratuito, participação nos lucros e resultados e melhoria no sistema de transporte público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.