Motoristas enfrentam trânsito complicado em São Paulo

O trânsito está acima da média na manhã desta quarta-feira, 13, em São Paulo. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o motivo é o excesso de veículos. A contagem das 8 horas apontou 64 quilômetros de lentidão em toda a cidade, índice bem acima da média para o horário, que é de 39 quilômetros.O pior trecho enfrentado pelos motoristas neste momento é a Marginal Tietê, no sentido Penha-Lapa. A morosidade vai da Ponte Nova Fepasa até a Ponte Freguesia do Ó, num total de 4,1 quilômetros. Outra via com problemas é a Avenida Radial Leste, na pista bairro-centro. O congestionamento na Radial começa na altura da Estação Belém do Metrô e se estende até a Rua Wandenkolk, perfazendo 3,8 quilômetros. Não foram identificados acidentes graves nas últimas horas na capital paulista. Estradas O grande número de carros também provoca congestionamento em algumas das principais estradas de São Paulo na manhã desta quarta-feira. A pior delas é a Rodovia dos Bandeirantes, no sentido capital-interior, que tem agora oito quilômetros de lentidão, entre os quilômetros 21 e 13, já na chegada a São Paulo. A opção é a Rodovia Anhangüera, que tem apenas um quilômetro de tráfego ruim, entre os quilômetros 12 e 11.A Rodovia Presidente Dutra é outra com trechos de parada, no sentido Rio-São Paulo, em razão do excesso de veículos. Na pista marginal, há morosidade entre os quilômetros 229 e 231 e entre o 226 e o 229, em São Paulo, e entre o 217 e o 221, em Guarulhos. A via expressa também tem trânsito pesado, no sentido São Paulo, entre os quilômetros 230 e 231 e do quilômetro 226 ao quilômetro 229, já na capital paulista.Na Rodovia Castelo Branco, quem se dirige agora a São Paulo encontra quatro quilômetros de congestionamento desde o quilômetro 29 até o quilômetro 25. Os que viajavam para o interior enfrentam morosidade entre os quilômetros 24 e 25. Também no sentido interior, tráfego lento na pista marginal desde o quilômetro 20 até o quilômetro 22. As concessionárias e a Polícia Rodoviária não identificaram acidentes graves nas últimas horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.