Motoristas enfrentam trânsito complicado em SP

Os paulistanos enfrentam trânsito complicado na tarde desta quarta-feira, 20, em razão de acidentes, do excesso de veículos e dos alagamentos causados pela chuva. Na Avenida 23 de Maio, a queda parcial do galho de uma árvore de grande porte causou a interdição de uma das faixas da pista sentido centro, na altura do Viaduto Condessa de São Joaquim. O congestionamento chegou a atingir quatro quilômetros, entre os viadutos Euclides Figueiredo e Pedroso.Na Avenida Washington Luis, em direção ao bairro, um acidente envolvendo um caminhão e uma moto deixou uma pessoa ferida e ainda complica o trânsito na altura da Rua Vieira de Moraes.Os veículos ocupam duas faixas da via. Por volta das 17 horas, pedestre foi atropelado por um ônibus na Estrada do M´Boi Mirim, Jardim das Flores, na zona sul da cidade. Ainda não há informações sobre qual hospital a vítima será encaminhada.Às 17 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 74 quilômetros de lentidão em toda a cidade. A média para o horário é de 89 km. Os trechos mais críticos estão na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, onde o engarrafamento é de 10,6 quilômetros, desde o acesso à Rodovia dos Bandeirantes até a Rua Azurita. No Corredor Norte-Sul, formado pela avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, sentido aeroporto, a lentidão é de 4,9 quilômetros, desde a Praça da Bandeira até o Viaduto General Euclides Figueiredo. Já pela pista expressa da Marginal do Tietê, no sentido Penha-Lapa, o motorista reduz a velocidade por 4 quilômetros, entre as pontes Limão e Piqueri.Túnel AnhangabaúQuiatro das cinco faixas no Túnel Anhangabaú, na região central, que foram interditadas por precaução devido às fortes chuvas que caíram no início da tarde de hoje já foram liberadas ao tráfego. Segundo a CET, as faixas de rolamento da pista sentido Aeroporto do Congonhas foram liberadas por volta das 16 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.