Motoristas não têm problemas para deixar SP neste sábado

As principais rodovias do Estado de São Paulo não apresentavam trânsito lento na manhã deste sábado, 23, antevéspera de Natal. Os motoristas que seguiam em direção ao interior de São Paulo encontravam 14 quilômetros de congestionamento na Rodovia Castello Branco. Segundo a Viaoeste, concessionária que administra a rodovia, a lentidão ia do km 19, na região de Osasco, até o km 33, região de Itapevi e Jandira. Contudo, a pista marginal, que cobra pedágio, tinha trânsito livre.A lentidão era causada pelo excesso de veículos e por um engavetamento entre quatro carros, na altura do km 31, ocorrido por volta das 6h30, sem deixar feridos. A concessionária alertava aos motoristas para evitar a rodovia até as 13 horas, usando como alternativa a Rodovia Raposo Tavares. A expectativa era de que 60 mil veículos passem para Castello Branco neste sábado, de acordo com a ViaoesteAs demais rodovias que seguem em direção ao interior do Estado, como a Bandeirantes, Anhangüera e Raposo Tavares, não apresentavam pontos de lentidão nem registros de acidentes.Os motoristas que seguiam para o litoral de São Paulo encontravam movimento intenso na Rodovia dos Tamoios, mas sem pontos de lentidão. O trânsito seguia normal também na Mogi-Bertioga.No sistema Anchieta-Imigrantes, o fluxo de veículos era tranqüilo, assim como na rodovia Presidente Dutra.As balsas que trabalham entre São Sebastião e Ilhabela e entre Santos e Guarujá está operando sem tempo de espera.AcidenteSeis pessoas ficaram feridas após um acidente entre uma Kombi e um Fiat Uno na altura do km 27 da Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo. Por volta das 8 horas, o Uno teria capotado e a Kombi ficou escorada em um barranco.A faixa da direita da via teve que ser interditada para a retirada da Kombi e foi liberada por volta das 9 horas. De acordo com a Ecovias, há lentidão no local devido à curiosidade dos motoristas. As vítimas foram levadas ao Hospital de Diadema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.