AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Motos da PM reforçam patrulhamento nas praias do Rio

O crescimento da criminalidade na zona sul do Rio nos últimos meses fez com que a Polícia Militar reforçasse o patrulhamento nas praias cariocas. Quarenta PMs do Grupamento Tático de Motociclistas (GTM) deram início nesta sexta de manhã de manhã à "Operação Orla", que mapeou 25 pontos considerados estratégicos entre as praias do Leme (zona sul) e Recreio dos Bandeirantes (zona oeste). As entradas de três túneis também serão policiadas.Armados e com um rádio de comunicação, os policiais militares farão rondas de moto pela orla de 8h às 20h até terça-feira, quando termina o feriado prolongado. Depois disso, continuarão na praia, porém, num esquema de policiamento diferente. "Nossa distribuição é em função da necessidade de cada área. É uma ação preventiva, mas podemos atuar, se acionados. Nossas motocicletas andam na areia", disse o comandante do GTM, o tenente-coronel George Freitas.Segundo ele, os pontos onde serão montadas as bases na orla foram mapeados pelos batalhões da PM naquele trecho: 23º (Leblon), 19º (Copacabana) e 31º (Recreio dos Bandeirantes). Os policiais também estarão nos túneis Zuzu Angel, Joá (ligam as zonas sul e oeste) e Rebouças (liga zona norte à zona sul). Além disso, um grupo estará à paisana na areia, com câmeras fotográficas, filmadoras, binóculos e rádios.Os índices de criminalidade divulgados na quinta-feira pela Secretaria de Segurança Pública mostram que os assaltos a transeuntes aumentaram 30,5% em agosto, em relação ao mesmo período no ano passado. No Leblon, foram 21 casos em 2003 contra 33 este mês. Os roubos a estabelecimentos comerciais também subiram de sete para 13.

Agencia Estado,

08 de outubro de 2004 | 21h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.