Mototaxistas incendeiam e roubam armas de delegacia do Pará

Cerca de 800 mototaxistas do balneário oceânico de Salinópolis, um município localizado 270 quilômetros a nordeste da capital paraense, incendiaram a delegacia de Capanema hoje revoltados com o assassinato de um colega na últim sexta-feira.Na delegacia estava preso um homem conhecido por Rodrigo, acusado do crime. Ele escapou de linchamento, porque foi retirado do local pelos policiais antes da chegada dos mototaxistas e transferido para a delegacia de Castanhal. Rodrigo teria assassinado e depois roubado o mototaxista na localidade conhecida por São Bento, onde o corpo foi encontrado no sábado.Os mototaxistas chegaram em Capanema, a 100 quilômetros de Salinópolis, por volta das 10 horas em dois ônibus e dois caminhões lotados e foram direto para a delegacia. Ao saber que Rodrigo não estava mais no local, jogaram gasolina para dentro do prédio e atearam fogo.Os presos e os policiais que estavam no prédio entraram em pânico. No tumulto, três pessoas ficaram feridas: um detento e dois policiais militares. Os mototaxistas se aproveitaram na confusão para roubar armas da delegacia.Dez viaturas com policiais civis e militares se deslocaram no começo da tarde de Castanhal e Belém para Capanema, visando manter a ordem na cidade. Os mototaxistas deixarm a cidade prometendo tocar fogo na delegacia onde o acusado estiver.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.