Movimento católico faz Via-Sacra na Avenida Paulista

O Movimento Católico Comunhão e Libertação realizará na Sexta-Feira Santa, dia 14 de abril, a Via-Sacra na Avenida Paulista, a partir das 8h30. A caminhada simbólica, em que se segue a cruz de Cristo, começará na Igreja Nossa Senhora do Paraíso e terminará na Igreja São Luís Gonzaga, ao lado do Colégio São Luiz. Os fiéis vão caminhar alternando momentos de silêncio e de oração, leituras de trechos dos evangelhos referentes à Paixão de Cristo e músicas sacras eruditas ou representativas da tradição popular brasileira. A Via-Sacra na Paulista vem sendo realizada desde 2000. O número de participantes, inicialmente pequeno, vem crescendo ao logo dos anos e, em 2005, contou com 1,2 mil pessoas. Neste ano, contará também com a presença de dom Manuel Parrado Carpal, bispo-auxiliar da Região Sé da Arquidiocese de São Paulo. Padre Vando Valentini, coordenador da Pastoral Universitária e capelão da PUC de São Paulo ressalta a importância de a Via-Sacra ser realizada no centro empresarial de São Paulo. "Realizar a Via-Sacra na Avenida Paulista mostra que, apesar de todos os êxitos e pretensões humanas, o Deus que se oferece em sacrifício por amor ao homem, tão bem lembrado por Bento XVI em sua última encíclica, continua a ser a resposta mais abrangente para o drama humano", afirma ele.Esta iniciativa é "irmã" de outra Via Sacra, também realizada na Páscoa pelo movimento Comunhão e Libertação em Nova York. Lá, a Via Sacra, após o atentado de 11 de setembro, atravessa a Ponte de Brooklin e termina no "Marco Zero" das Torres Gêmeas.Comunhão e Libertação é um movimento eclesial cujo objetivo é a madura educação cristã dos seus membros e a colaboração à missão da Igreja em todos os âmbitos da sociedade contemporânea. Atualmente está presente em cerca de 70 países em todos os continentes.

Agencia Estado,

13 de abril de 2006 | 01h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.