Movimento é tranquilo nos principais aeroportos do País

Dos 502 vôos programados até às 9 horas, 59 (11,8%) registravam atrasos de mais de 30 minutos

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

26 de dezembro de 2008 | 09h19

O movimento era tranqüilo nos principais aeroportos do País na manhã desta sexta-feira, 26. De acordo com o último boletim divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), até as 9 horas, 59 dos 502 vôos programados atrasaram mais de meia hora, o que representa 11,8%. Outras 40 operações foram canceladas (8%).   Veja também:  Confira a situação dos aeroportos no site da Infraero    Nesta sexta, o maior percentual de atrasos era verificado no Aeroporto de Brasília, no Distrito Federal, que contabilizava atrasos em cinco dos 21 vôos programados (23,8%). Nenhuma operação foi cancelada. No Aeroporto do Galeão, no Rio, 10 dos 46 vôos previstos sofreram atrasos (21,7%). Nenhuma operação foi suspensa no terminal.   No Aeroporto Internacional de Cumbica, em São Paulo, que operava com ajuda de instrumentos, por conta do mau tempo, dos 54 vôos previstos, seis ocorreram foram horário (11,1%) e uma operação foi cancelada (1,9%).   Já no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, que também operava por instrumentos, a Infraero registrou atrasos em cinco dos 51 vôos previstos (9,8%). Sete operações foram suspensas (13,7%).   Os vôos da Gol/Varig eram os que tinham maior número de atrasos na manhã desta sexta. Até às 9 horas, dos 59 atrasos em todo o País, 26 eram da Gol (17,1%) e 6 da Varig (17,6%). As duas empresas atuam em parceria. A TAM tinha 196 vôos previstos até o horário e registrava 17 vôos com mais de 30 minutos de atraso, segundo a Infraero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.