AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Movimento nas estradas paulistas é fraco para um feriado

O movimento nas rodovias paulistas foi considerado igual ao de um fim de semana normal pelas concessionárias e Polícia Rodoviária. Embora tenha sido um pouco maior do que o registrado num sábado, esteve abaixo do esperado para um feriado prolongado de quatro dias.No sistema Anchieta-Imigrantes, apenas 90 mil veículos tinham deixado a capital rumo ao litoral até a manhã deste sábado. A previsão é de que 190 mil veículos deixem a capital rumo ao litoral.O pico do movimento ocorreu entre as 11 e 12 horas, com a passagem de 5 mil veículos por hora pelos pedágios. Normalmente, num feriado prolongado, circulam cerca de 7 mil a 8 mil veículos por hora. Atípico também estava o movimento nas rodovias Raposo Tavares e Castelo Branco. De acordo com a operadora do sistema, 40 mil carros deixaram a capital na sexta-feira, quando era esperado um movimento de 51 mil veículos. Hoje a circulação continuou baixa, 15 mil motoristas deixaram a cidade pela manhã.Na Anhangüera e na Bandeirantes, o tráfego só começou a se intensificar pela manhã. Mais de 85 mil veículos deixaram a cidade até este período. A operadora prevê uma movimentação de 300 mil veículos rumo ao interior no feriado.Apenas na Via Dutra o excesso de veículos provocou um quilômetro de lentidão, na região de São José dos Campos e de Taubaté. O movimento nos três terminais rodoviários da cidade foi intenso entre as 17 horas de sexta-feira e as 14 horas de hoje. Segundo a Socicam, empresa responsável pela administração das rodoviárias do Tietê, da Barra Funda e do Jabaquara, cerca de 180 mil pessoas saíram da cidade. A procura maior foi para viagens curtas para o estado do Rio de Janeiro e interior de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.