Movimento tranqüilo nas estradas paulistas

Quem deixou para sair da cidade de São Paulo só nesta sexta-feira encontrou o trânsito tranqüilo nas estradas. No Sistema Anchieta-Imigrantes, administrado pela Ecovias, o maior movimento foi registrado por volta das 8 horas, com 6.300 carros descendo em direção ao litoral por hora.No fim da manhã, o trânsito era mais intenso, mas sem congestionamentos. A previsão da concessionária era que de 240 mil a 330 mil veículos deixariam a cidade durante o feriado. Desde a zero hora de quarta-feira, 197 mil veículos saíram da capital rumo a cidades litorâneas. A Ecovias recomenda aos motoristas que a viagem de volta seja feita até as 11 horas de domingo ou só depois da 13 horas de segunda-feira. Na Rodovia dos Bandeirantes, houve grande movimento de carros dirigindo-se para o interior do Estado no período da manhã. Por volta das 10 horas, o trânsito começou a se intensificar ainda mais. Às 11h30, havia uma fila de 3 quilômetros na primeira praça de pedágio da estrada. A Anhangüera, no entanto, apresentava trânsito intenso, mas sem congestionamentos. O movimento também foi grande na Rodovia Castelo Branco. Quem escolheu a via para se dirigir ao interior, no entanto, seguiu viagem livre de congestionamentos. Cerca de 3.500 carros por hora passavam pelo pedágio de Itapevi durante o período. Na Rodovia Presidente Dutra, o movimento foi considerado normal durante todo o dia. Desde o meio-dia de quinta-feira até a zero hora de hoje foram registrados 122 acidentes nas rodovias estaduais, 33 deles com vítimas. Das 65 vítimas, 6 morreram, 14 tiveram ferimentos graves e 45 ficaram levemente feridas. Os policiais rodoviários realizaram 1.196 autuações nas 12 primeiras horas da Operação Semana Santa. Ao todo, 43 veículos foram apreendidos. Nas rodovias federais que cruzam o Estado ocorreram 30 acidentes. Não houve registro de mortes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.