Movimentos incentivam eleitor a usar nariz de palhaço

Estimulados por uma campanha iniciada pela página da internet Nariz de Palhaço, eleitores de todo o País compareceram hoje às zonas eleitorais usando um nariz vermelho. O movimento, que tem como objetivo protestar contra a corrupção e a falta de ética da política, segundo o responsável pela página, Fabiano Keller, recebeu a adesão de grupos organizados em diversas cidades do país.Em São Paulo, o movimento Rir para não Chorar distribuiu centenas de narizes nas zonas eleitorais. De acordo com o seu idealizador, Sérgio Morinson, o grupo não tem preferência por candidato específico. "Somos um movimento que prega o bom humor contra tudo que vemos de canalhice e corrupção", explicou Morinson.Segundo Morinson, mais de 1000 pessoas, entre anônimos e famosos, como o cantor Lobão, o jornalista Marcelo Tas e a empresária Constanza Pascolato, aderiram à manifestação neste domingo. Em alguns locais de votação, os manifestantes quase foram agredidos por militantes dos candidatos, que se sentiam atingidos pelo protesto pacífico. O Movimento Política Consciente, de Recife, disse ter entregue mais de dois mil narizes de palhaços para os eleitores. "Desrespeitado público, mostre sua indignação usando nariz de palhaço", dizia o panfleto distribuído junto com o adereço. Alguns eleitores entraram no espírito da campanha e colocaram o nariz vermelho. "Eu já fui feito de palhaço", disse um deles, Rodolfo Gonçalves de Oliveira, que se confessou "ex-eleitor arrependido" do presidente Lula. Na Capital Federal, o engenheiro Fábio Martins, de 26 anos, que votou na mesma seção do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Marco Aurélio Mello usava um nariz de palhaço. "É como nós nos sentimos", disse o eleitor.Marco Aurélio não chegou a conversar com o manifestante, mas disse à imprensa que o protesto do eleitor reflete o contexto do país em que há "um quadro de escândalos e de decepção dos brasileiros". "É importante a liberdade de expressão. E aí nós temos uma manifestação silenciosa. Interpretemos o que significa um cidadão comum usar um nariz de palhaço", afirmou Marco Aurélio.PrisãoNa cidade de Coxim, no norte de Mato Grosso do Sul, três rapazes com nariz de palhaço chegaram próximo do posto de votação do Colégio Santa Tereza, e foram presos. Rodolfo de Souza Bandeira, 21 anos, Rodolpho Quadros, 21 anos e Denis da Silva Canato, 21 anos, disseram estarem apenas passeando no local. Eles estão recolhidos no "cadeião" da cidade, o Ginásio de Esporte Fernando de Souza Fontoura, juntamente com outras 21 pessoas que cometeram infrações eleitorais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.