MP apresenta ação contra ex-secretário de Jundiaí

O Ministério Público do Estado de São Paulo entrou com uma Ação Civil Pública na 6ª Vara Cível de Jundiaí, a 60 quilômetros da capital, contra o ex-secretário de Educação, Cultura e Esportes da cidade, Oswaldo José Fernandes. A ação acusa o ex-secretário de ilícitos penais e improbidade administrativa. Além do promotor Claudemir Battalini e outros dois promotores de Jundiaí, a acusação é assinada, também, por dois promotores do Grupo de Atuação Especial para Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaerco), de Campinas.Na última sexta-feira, o desembargador da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ricardo Lewandoviski, havia suspendido a liminar que determinava o afastamento do secretário. Na segunda-feira, Fernandes retornou à Secretaria da Educação para, em seguida, afastar-se voluntariamente, a fim de "facilitar as investigações", em andamento também na Prefeitura. No dia 30 de outubro, o prefeito Miguel Haddad (PSDB) instalou comissão de sindicância para apurar as denúncias documentadas no processo, que tem 1600 páginas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.