MP da Bahia pode pedir quebra de sigilo de juíza

O Ministério Público da Bahia vai acompanhar inquérito do Tribunal de Justiça para apurar a relação entre a juíza Olga Regina Guimarães e o traficante colombiano Gustavo Durán Bautista, preso em agosto, no Uruguai. Em 2001, a magistrada libertou o traficante, que havia sido preso pela Polícia Federal. O MP pode pedir quebra dos sigilos bancário e telefônico de Olga e do marido, Balduíno dos Santos. A PF flagrou telefonemas de Olga e Bautista. Num deles, o traficante menciona um depósito na conta de Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.