MP denuncia 38 por tráfico de drogas na Cidade de Deus

Entre os presos que teriam envolvimento com o crime, estão 8 presos durante operação na quarta

Solange Spigliatti, Central de Notícias

17 de dezembro de 2009 | 07h52

Trinta e oito pessoas foram denunciadas ontem sob acusação de pertenceram a quadrilhas do tráfico de drogas na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Ao menos oito foram presos durante a Operação Fórceps, realizada pelas polícias Civil e Militar, deflagrada ontem para prender remanescentes do tráfico. Três adolescentes foram apreendidos em flagrante.

O Ministério Público (MP) do Estado do Rio, por intermédio da 19ª Promotoria de Investigação Penal, também pediu a prisão preventiva de todos. Segundo a entidade, 15 deles, embora presos, poderiam ser soltos, contemplados por benefícios penais, enquanto os outros 23 são remanescentes da quadrilha que operava na área antes da chegada das unidades pacificadoras.

O trabalho conjunto do MP, polícias e Secretaria de Segurança Pública (SSP), com a ajuda da unidade pacificadora, possibilitou a identificação dos suspeitos que ainda atuavam na comunidade. Depois de seis meses de investigações e apreensões de drogas, a polícia chegou aos integrantes da quadrilha, tanto aos que agiam em liberdade quanto aos que operavam de dentro da cadeia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.