MP denuncia grupo por orgias com menores

O Ministério Público denunciou ontem os cinco empresários suspeitos de realizar orgias com adolescentes em Mairinque, no interior de São Paulo. Eles foram acusados pelo promotor Vitor Petri de corrupção de menores, submissão de adolescente à prostituição, fornecimento de bebida alcoólica a adolescentes, posse e armazenamento de vídeo contendo cenas de sexo simulado, coação no curso do processo e participação em aborto. Foi decretada a prisão preventiva dos cinco empresários. Somente um deles, entretanto, está preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.