MP investiga métodos de fiscalização da Marinha

O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar a denúncia do engenheiro naval Carlos EduardoBalthazar sobre a inadequação dos métodos adotados pela Marinha para a fiscalização de pequenas embarcações. O engenheiro afirmou que os critérios não respeitam as normas internacionais.A denúncia levou o MPF a instaurar nesta segunda-feira um inquérito civil público.De acordo com o procurador federal Orlando Cunha, a perícia do Tona Galea - que naufragou no dia 19, matando 15 turistas em Cabo Frio - seguirá o método internacional. Caso o barco seja reprovado, o procurador pedirá a suspensão dasatividades de embarcações de pequeno porte em todo o Brasil. O caso Tona Galea também está sendo investigado pela Marinha e pela Polícia Civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.