MP pede investigação sobre achaque a assaltantes

O promotor Márcio Sérgio Christino, do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gecep) do Ministério Público Estadual, pediu a abertura de inquérito policial para apurar uma denúncia de extorsão que teria sido praticada por policiais do 77º Distrito, Santa Cecília, região central, contra ladrões que transportavam uma carga roubada de fios de cobre - avaliada em R$ 400 mil. O suposto achaque ocorreu em 2007 e foi documentado por filmagens e escutas feitas pela Polícia Federal.Nas escutas, os ladrões descrevem como foi a negociação com os policiais. Eles exigiram R$ 300 mil, mas acabaram fechando negócio por R$ 100 mil para liberar a mercadoria como se investigassem sonegação de impostos. Um dos ladrões foi declarado "fiel depositário" da carga, vendida pelos bandidos no Rio Grande do Sul.CORONELO secretário da Segurança, Ronaldo Marzagão, mandou apurar quem divulgou a informação de que um laudo da balística comprovou que a arma usada na execução do coronel da Polícia Militar José Hermínio Rodrigues havia sido empregada numa chacina ocorrida em 2007 na zona norte - a notícia foi publicada pelo Estado no sábado. Marzagão pediu "medidas enérgicas" contra o responsável.

Marcelo Godoy, O Estadao de S.Paulo

12 de fevereiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.