MP recebe documentos da CPI do Tribunal de Contas

O procurador-Geral da Justiça do Estado de São Paulo, José Geraldo Brito Filomeno, recebeu as mais de 110 mil páginas de documentos juntados durante os cinco meses da CPI que investigou, na Câmara Municipal de São Paulo, irregularidades no Tribunal de Contas do Município (TCM). Os documentos, de acordo com relatório final da CPI, apontam indícios de superfaturamento e desvio de mais de R$ 425 milhões em seis grandes obras executadas durante as administrações dos ex-prefeitos Paulo Maluf (PPB) e Celso Pitta (PPB). Os documentos foram entregues pelo presidente da Câmara, vereador José Eduardo Martins Cardozo (PT), pelo presidente da CPI, Gílson Barreto (PSDB) e pelo relator, Vicente Cândido (PT).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.