MP recebe laudo sobre infecção de menina por HIV

O Ministério Público de Ribeirão Preto recebeu o laudo da Vigilância Sanitária sobre o caso de uma menina de 10 anos que foi infectada com o vírus da aids após receber transfusão de sangue no Hospital das Clínicas, em cirurgia realizada no ano passado. A direção do hemocentro informou que o sangue infectado pelo HIV foi doado por um homem de 40 anos que fez 11 doações em Ribeirão e somente na 12ª tentativa foi constatada a contaminação.O laudo será analisado pelo promotor da Cidadania, Sebastião Sérgio da Silveira, que verificará se houve irregularidades no procedimento de doação do sangue no hemocentro do hospital. A mãe da menina afirmou que seu advogado vai entrar com ação de indenização contra o governo do estado. O defensor público Hélio Fazzio disse que aguarda a liberação dos exames que podem comprovar a contaminação da menina pelo vírus para entrar com a ação. O valor ainda não foi definido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.