MP vai acompanhar inspeção na Linha 4 do Metrô de SP

Técnicos do Ministério Público Estadual (MPE) estão acompanhando os trabalhos de perícia feitos pelo Instituto de Criminalística (IC) e pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) na cratera aberta nas obras da futura Estação Pinheiros do Metrô de São Paulo. Além das avaliações no local do acidente, eles também participarão das inspeções que serão feitas nos demais canteiros de obra da Linha 4-Amarela do Metrô - sobretudo nos imóveis que apresentaram rachaduras durante a escavação.Os dados colhidos pelos técnicos serão entregues à Promotoria de Cidadania e à de Habitação e Urbanismo, que apuram as causas da tragédia. A investigação dos promotores deve durar 60 dias. Mais do que uma preocupação com a segurança na execução das obras, a inspeção determinada pelo governador José Serra (PSDB) na semana passada tem o objetivo de passar tranqüilidade às famílias que vivem nas imediações das frentes de trabalho da Linha 4.Desde o acidente, aumentou o número de pessoas que se queixam do aparecimento de trincas e rachaduras em suas casas. "Queremos afastar a possibilidade de acidentes em outros pontos da linha", diz uma fonte do Metrô.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.