MPF denuncia 24 por atuar na imigração ilegal de chineses

Chineses eram transportados como mercadoria para trabalhar em São Paulo sob condições subumanas

Central de Notícias,

01 de julho de 2009 | 04h36

O Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO) denunciou, nesta terça-feira, 30, os 24 membros de uma quadrilha internacional especializada no aliciamento e tráfico de chineses para fins de exploração.

 

A denúncia do MPF foi feita pelos procuradores da República Heitor Alves Soares e Ercias Rodrigues de Sousa, e refere-se à quadrilha desarticulada durante a Operação Da Shan, realizada no dia 22 de maio, em que 14 pessoas foram presas em Rondônia, São Paulo e Pernambuco.

 

 Os acusados responderão por introdução irregular ou clandestina de estrangeiro no país e falsificação de documentos, entre outros crimes, que podem resultar em até oito anos de reclusão ara cada um.

Tudo o que sabemos sobre:
Imigração ilegalchineses

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.