MS recebe aviões para combate ao tráfico de drogas

O Mato Grosso do Sul recebe hoje um reforço de 12 aviões modelos tucanos T-27, para patrulhar o espaço aéreo. As aeronaves serão utilizadas por 120 militares que formam o Esquadrão Flecha que vai patrulhar o céu do Estado diuturnamente, reforçando o combate ao tráfico de drogas na região. Segundo informações da Base Aérea de Campo Grande, acontecem diariamente dezenas de vôos clandestinos no MS, entre eles, aviões transportando cocaína e maconha. No mês passado, a Força Aérea derrubou um monomotor em Ribas do Rio Pardo, a 170 quilômetros de Campo Grande, com quase 300 quilos de cocaína boliviana a bordo. O piloto conseguiu fugir. Os aviões poderão identificar aeronaves em vôos irregulares. Para a tarefa haverá a ajuda do avião radar R99, de Anápolis (GO), que dará "incertas" no espaço aéreo do Estado. Esse aparelho tem capacidade de voar a altitudes elevadas e monitorar um raio de até 400 quilômetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.