MST dá início a ''Abril Vermelho'' com três invasões e uma reocupação em PE

TERRA SEM LEI

, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2010 | 00h00

Em Pernambuco, cerca de 550 famílias ligadas ao Movimento dos Sem-Terra (MST) participaram de três ocupações e uma reocupação no interior do Estado, ontem. A ação marca o início a Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária, conhecida como "Abril Vermelho", em memória dos 19 trabalhadores sem-terra assassinados no Massacre de Eldorado de Carajás, em 17 de abril 1996. De acordo com informações da Polícia Militar, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e do próprio MST, não houve confronto durante as ações.

A primeira ocupação ocorreu no início da manhã, no município de Maraial, na Mata Sul, com a invasão de duas propriedades pertencentes ao engenho São Salvador. Outras 300 famílias tomaram a fazenda Salgadinho, em Tacaratu, no sertão. Em Caruaru, no Agreste, 130 famílias reocuparam o engenho Poço das Antas, ocupado pela primeira vez em 2000 e reintegrado pela Justiça aos proprietários da Usina Bulhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.