MST invade sede do Incra em Mato Grosso do Sul

O Movimento dos Sem-Terra invadiu ontem mais uma sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Dessa vez foi a sede de Dourados, na região sul de Mato Grosso do Sul. Com essa nova ação, chega a sete o número de agências regionais ocupadas pelos sem terra em todo o País.

CAMPO GRANDE, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2010 | 00h00

As ações fazem parte do chamado "abril vermelho", que também resultou numa série de invasões de propriedades rurais. Segundo levantamentos do próprio MST, cerca de 71 fazendas foram invadidas desde o início deste mês.

Primavera. Em Mato Grosso do Sul, os sem-terra já haviam invadido a Fazenda Primavera de 3 mil hectares, na divisa com do Estado com São Paulo.

Em Dourados, a invasão do grupo foi efetuada por um grupo de 350 pessoas, no início da tarde, no mesmo horário em que a liderança do movimento discutia com a superintendência do órgão em Campo Grande, a situação dos sem-terra. /JOÃO NAVES e ROLDÃO ARRUDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.