MST ''mobiliza'' 10 mil para manifestações em SP

Entre acampados e assentados, o Movimento dos Sem-Terra (MST) mantém de prontidão uma força de 10 mil militantes para as mobilizações que pretende realizar este ano apenas no Estado de São Paulo.

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2011 | 00h00

Entre terça e sexta-feira da semana passada, 1.250 militantes tinham sido mobilizados para a invasão de fazendas em regiões distintas do Estado. Outras 850 famílias acampadas estavam prontas para entrar em ação nas regiões de Iaras, Bauru, Sorocaba e Vale do Paraíba.

Nos próximos dias, deve entrar em cena o MST da Base, grupo liderado por José Rainha Júnior. Com o apoio do Movimento dos Agricultores Sem-Terra (Mast) e de outros grupos, Rainha pretende deslocar em comboios ostensivos pelo menos 2 mil sem-terra para os municípios de Euclides da Cunha Paulista, Teodoro Sampaio e Mirante do Paranapanema, no Pontal do Paranapanema.

O plano de Rainha é montar pelo menos dez acampamentos nas fazendas que se espalham por uma área de 92,6 mil hectares considerados devolutos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele contabiliza outras 3 mil famílias acampadas na Alta Paulista e região de Araçatuba. Nessas regiões, as ações serão dirigidas contra terras improdutivas. "Quem estiver produzindo como manda a Constituição não terá com que se preocupar."

A disputa entre as duas alas do MST em São Paulo transforma o Estado num dos principais palcos dos conflitos agrários no País. Além das invasões previstas para este mês, estão programados bloqueios, marchas e a criação de novos acampamentos.

A nova secretária de Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, Eloísa de Souza Arruda, convidou as lideranças dos movimentos para uma reunião agendada para a próxima terça-feira. Até a noite de sexta-feira, apenas o presidente do Mast, Lino de Macedo, havia confirmado a ida ao encontro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.