Mudanças até o fim da semana

Jobim tem 3.º nome para a Anac, mas não divulga

José Maria Tomazela, O Estadao de S.Paulo

25 de setembro de 2007 | 00h00

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse ontem, em Iperó, a 125 quilômetros de São Paulo, que espera completar até o fim da semana as mudança na diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ao ser questionado sobre a possível saída do atual presidente da agência, Milton Zuanazzi, respondeu: ''''Vamos trabalhar no sentido de fazer uma reformulação completa.''''A economista Solange Paiva Vieira, assessora especial do ministro, já foi indicada para substituir Zuanazzi, mas Jobim negou que sua posse já tenha sido marcada. ''''Todos os nomes indicados para a Anac têm de ser submetidos ao Senado e o nome da doutora Solange nem foi enviado ainda.'''' O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no entanto, já teria aprovado a indicação. ''''Não antecipo nada sobre isso.'''' Sobre a eventual permanência de Zuanazzi na agência, o ministro afirmou que isso será decidido oportunamente.Jobim confirmou que outro nome já foi indicado para a direção da Anac, mas manteve sigilo. ''''Preciso falar com o presidente antes.''''Na semana passada, a Comissão de Infra-Estrutura do Senado aprovou a indicação do brigadeiro Allemander Pereira Filho para a diretoria, mas o plenário da Casa também precisa aprová-lo. Outro indicado foi Marcelo Pacheco Guaranys.Para Jobim, o pior da crise aérea passou. ''''Conseguimos baixar a temperatura, ou seja, a febre saiu, mas tem muita coisa a ser feita'''', disse. ''''Agora, virá uma série de projetos, inclusive de alteração legislativa, para melhorar o sistema aéreo.''''Segundo ele, a Infraero foi autorizada a melhorar o aeroporto de Jundiaí para a aviação executiva. E reforçou a intenção de construir o terceiro aeroporto paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.