Mulher dá a luz a uma menina durante visista ao marido preso

Luciana Beatriz de Souza Santos, de 19 anos, deu à luz a uma menina dentro da Penitenciária Muniz Sodré, enquanto visitava o marido, o homicida Lucimar Martins, de 24 anos. Os agentes contaram que não perceberam que Luciana Beatriz estava grávida e pensaram que as dores do parto fossem, na verdade, sinal de indigestão. Luciana começou a sentir as contrações por volta das 14 horas. Ela foi levada para o ambulatório do presídio e revelou que estava grávida de sete meses. O dentista da unidade, Carlos Porto Gomes, a psiquiatra Rita Jardim, o subdiretor do presídio, Ivan Rodrigues de Lima, e a auxiliar de enfermagem Genilda Braga fizeram o parto. Cinco guardas penitenciários completaram a "equipe médica". O bebê nasceu de parto normal, é saudável, e ainda não foi batizado. Ivan Lima chegou a brincar com Luciana, sugerindo que o bebê poderia receber o nome de Muniz Sodré. Ela disse que até pensaria no assunto, se tivesse nascido um menino. Luciana e a filha foram levadas pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.