Mulher de 73 anos presa por furto de bolsas

Com 73 anos e uma ficha criminal de mais de 10 metros de comprimento, a vovó e dona de casa, Laura José Mistritine, foi detida, no final da tarde de ontem, após furtar a bolsa de uma cliente de uma loja de calçados, localizada na Rua Lutécia esquina com a avenida Conselheiro Carrão, em Vila Carrão, zona Leste da capital paulista. Enquanto experimentava um par de sandálias, a dona de casa Sandra Souza Carvalho, de 51 anos, deu as costas para a ?inocente? sexagenária que, sem pensar duas vezes, pegou a bolsa da vítima e saiu da loja. Ao virar-se, Sandra notou que nem a senhora nem a bolsa dela lá estavam. A vítima saiu correndo, localizou e conseguiu deter a ladra com a ajuda de outras pessoas que passavam pela rua.Policiais militares foram acionados por Sandra e, ao revistarem a bolsa de Laura, encontraram documentos e um aparelho celular que não pertenciam à ?vovó?. A dona de casa foi levada ao 31º Distrito Policial, de Vila Carrão. Horas antes, a sexagenária já havia aplicado o mesmo golpe contra a secretária Fernanda Faria Ramos, de 19 anos, no interior de uma loja de calçados na Penha, também na zona Leste. A secretária, vítima do mesmo golpe, foi localizada pelos policiais de Vila Carrão na delegacia da Penha, onde registrava queixa do furto de sua bolsa. Fernanda foi até a delegacia de Vila Carrão e reconheceu a vovó ladra como sendo a autora do crime. O primeira passagem de Laura por uma delegacia havia ocorrido em 1969, quando ela foi autuada em flagrante por furto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.