Mulher de presidente de escola de samba é morta no Rio

A mulher do presidente da Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, Maria de Fátima Lima, de 51 anos, foi assassinada nesta quarta-feira à tarde na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, quando ligava de um telefone público, em frente a um shopping center. Perto do corpo estava o Mitsubishi que ela usava. Maria de Fátima era casada com José Roberto Tenório.A versão divulgada pela polícia é que ocupantes de um Fiorino atiraram contra Maria de Fátima, atingindo-a no pescoço. Ela foi socorrida, mas morreu a caminho do hospital. A polícia ainda não sabe qual é o motivo do crime. Em outubro de 1998, Paulo Andrade, filho do bicheiro Castor de Andrade e presidente da Mocidade, foi assassinado, aos 44 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.